Massagens

Massagem Ritmica Antroposófica

 Dra Ita Wegman em 1940, na Alemanha, em conjunto com outros médicos, elaboraram a base dessa  nova forma de massagem.

 Márcia Marques descreve um breve histórico:

 “Histórico

O conhecimento de que o trabalho corporal é fundamental para a saúde e bem estar do homem remonta aos antigos gregos. Eles cultuavam a forma física, pois sabiam que esta lhes trazia a consciência de si mesmos, a vivência da sua individualidade. Sabiam também que a maneira como esse corpo era tratado influenciava todo o seu ser, sua alma e seu espírito. Nessa época, surgiram as normas para massagem e ginástica, elaboradas ainda a partir da sabedoria que se tinha acerca do homem em suas relações com o macrocosmo. Essa sabedoria dos povos antigos foi esquecida nos séculos seguintes.

No início do século 19, surge a massagem sueca, resgatando os benefícios das terapias corporais. Per Henrik Ling, seu criador, vê a vida como uma interação de forças que ele denominou de dinâmicas, químicas e mecânicas. Algumas décadas mais tarde, alguns elementos da massagem sueca foram incorporados ao trabalho do médico holandês Mezger e, desde então, a massagem passou a ser considerada uma terapia integrada à área médica.

Na escola de Mezger, Ita Wegman estudou massagem e hidroterapia e, em 1921, já formada em medicina, inicia junto com Rudolf Steiner o trabalho de renovação da arte médica e suas terapias, entre elas a massagem, fazendo surgir a Medicina Antroposófica. Ita Wegman introduziu novas manipulações para esse corpo compreendido como entrecruzamento e o traspassamento de diferentes forças. Esses gestos são: o toque de sucção, o ritmo e a leveza.”

 A Massagem Rítmica é um método Terapêutico que se fundamenta em qualidades especiais de toque.

 Márcia Marques – descreve os toques:

“Toques

Os toques executados com essas qualidades podem atuar agora no sentido dos quatro membros constitutivos do ser humano: os corpos físicos (terra), etérico ou vital (água, organismo hídrico), anímico ou astral (organismo aéreo, gasoso) e individualidade superior ou Eu (organismo calórico).

Deslizamentos superficiais: são como uma brisa que passa sob a superfície do corpo e provoca uma leve onda. Esse toque dá direcionamento ao organismo líquido.

Amassamento e malaxação: são como o vento que ergue as ondas. A mão mergulha no tecido, suga-o mais profundamente, oxigena e incorpora o elemento aéreo.

Duplos círculos e lemniscatas: são deslizamentos que desenvolvem calor e trazem sentimento interior de unificação.

Os organismo hídrico, gasoso e calórico, portadores dos processos vitais, anímicos e espirituais são dirigidos e estimulados por meio desses toques. Para uma aplicação correta é necessário conhecer o conceito de funcionamento trimembrado do organismo.

Simplificando a explicação sobre esse conceito fundamental, podemos falar de forças polares; a do sistema neuro-sensorial que condensa e cataboliza, e a do sistema metabólico-motor que dissolve e anaboliza. Entre essa movimentação de forças ocorre o ritmo harmonizante do centro.

O toque de sucção da massagem é rítmico, a mão pulsa como um coração em sístole e diástole através da pele até o interior do organismo. Assim, estimula e sustenta o sistema rítmico, mas quando as outras forças já se excederam em suas atuações. Leis devem ser aplicadas.

A mais importante é a lei da polaridade do corpo astral descrita por Rudolf Steiner em duas conferências do ciclo Ciência Espiritual e Medicina: “Ao massagear os braços humanos, a massagem atrai o astral do exterior para o interior. Os braços humanos tornam-se então, em maior grau do que de costume, aparelhos volitivos e assim age-se de modo regulador sobre o metabolismo interno que transcorre entre intestino e vasos sangüíneos (…). Quando se massageiam os pés e as pernas, o físico é transformado em algo mais próximo da representação e se age de modo regulador sobre o metabolismo que se relaciona com os processos excretores e secretores.”

Foram desenvolvidas formas básicas de massagem Ritmica , com sequencias determinadas de cada manipulação para as diversas regiões do corpo.

Uma das qualidades é a acentuação do elemento rítmico e a utilização do toque com a qualidade de sucção , ao invés de pressão.

A sucção dos liquidos serve principalmente para estimular as forças de empuxo, que devem atuar em qualquer circulação viva no sentido de não deixá-la sucumbir às forças da gravidade.

Abrindo-se assim influências mais sutis.

Introduzimos a lemniscata e suas variações a qual mostra ser uma forma de movimento muito eficaz na harmonização e confluência dos efeitos biológicos dinâmicos.

 A tarefa da Massagem Rítmica é auxiliar, a seu modo, o nosso próprio medico interior quando as forças deste são insuficientes.

Um dos efeitos principais da massagem rítmica é a regulação da atividade rítmica.

Anúncios